7 dicas indispensáveis para organizar a rotina de estudo dos seus filhos

Uma das principais dificuldades que muitos pais sentem é conseguir organizar a rotina de estudo dos filhos. Afinal, reforçar o conhecimento além da escola é essencial para o desenvolvimento intelectual dos mais pequenos. 

Muitas vezes, devido a carreiras profissionais exigentes, os pais dispõem de pouco tempo livre. Por isso, é necessário procurar alternativas para garantir o rendimento académico dos filhos sem comprometer outras obrigações.

Para ajudar, criamos este post com 7 dicas de como organizar a rotina de estudo dos seus filhos de maneira simples e prática. Continue connosco e explore estas dicas. Boa leitura!

1. Defina metas a curto prazo

O primeiro passo para organizar a rotina de estudo dos filhos é criar um plano com objetivos e metas. Apesar de ser mais trabalhoso, definir metas é importante para manter a motivação em alta.

Porém, é importante que as metas sejam a curto prazo, para que as crianças sintam essas conquistas. Cada nova meta que alcançam é uma renovação na rotina de estudo. Todavia, há um detalhe imperativo: tente não procrastinar o plano.

Além de criar uma lista com atividades e objetivos, também pode desenhar mapas de conceitos. Funciona assim: escreva o assunto mais importante a estudar no centro e, em seguida, deixe setas a apontar para os subtemas.

2. Crie uma tabela de horários

Uma boa rotina de estudo dos filhos deve ser construída consoante os tempos livres. Para aumentar o ânimo dos miúdos, crie uma tabela parecida à que utilizam na escola – com os nomes das disciplinas e das matérias.

Para completar ainda mais esta tabela, adicione detalhes sobre os temas a abordar. Por exemplo: escreva uma palavra-chave e um pequeno resumo sobre o assunto (não mais do que duas linhas). Isso ajuda a separar a informação essencial, além de organizar melhor o texto.

3.Utilize o processo KWL

Para não correr riscos e não tornar a rotina de estudos dos filhos maçadora, é interessante aplicar métodos motivadores como, por exemplo, o processo KWL.

A técnica funciona da seguinte forma: primeiro, divida os conteúdos em três grupos específicos – Know (o que já sabe), Want (o que quer descobrir) e o Learn (o que aprendeu), em que escreve as suas conclusões após o estudo.

Assim, quando estiver a rever uma matéria com os seus filhos, pesquise outros temas importantes e exponha as suas ideias sobre eles. Tudo de maneira dinâmica e fácil.

No entanto, para que tudo funcione perfeitamente, é essencial respeitar o limite de horários. Não passe mais de duas horas seguidas a estudar. Façam sempre pausas e realizem outras atividades paralelas, a fim de evitar a fadiga mental.

4.Intercale as matérias

Convencer os seus filhos a esmiuçar cada uma das matérias é ainda mais difícil que organizar uma rotina de estudo. Esta dificuldade é normal, pois tendemos a achar alguns assuntos mais interessantes do que outros.

Uma boa dica para evitar esse cenário é intercalar as matérias que eles mais gostam com as menos apreciadas. Além disso, crie representações gráficas. Os elementos visuais ajudam a assimilar e a memorizar os conteúdos. Pode recorrer a várias ferramentas, como por exemplo:

  • esquemas;

  • imagens;

  • tabelas.

5.Utilize uma mesa ampla

Até a mobília pode fazer muita diferença na rotina de estudo dos filhos. Por exemplo, se optar por um móvel pequeno, a organização dos materiais fica comprometida, o que prejudica a dinâmica das atividades.

Com uma mesa grande acontece precisamente o contrário: é ideal para adicionar todos as ferramentas extras que mencionamos até aqui. Também é importante prestar atenção à altura do móvel, que precisa de ser confortável e proporcionar uma posição correta.

6.Opte por locais que facilitem a concentração

O ambiente escolhido é outro fator que se reflete nos resultados de qualquer plano. Num local barulhento ou de grande movimentação, é praticamente impossível manter a concentração.

Opte por locais mais tranquilos, como um escritório ou um quarto mais reservado. Certifique-se de que finaliza todas as outras obrigações antes de iniciar o estudo para evitar as interrupções contínuas. É importante também que o ambiente seja claro e arejado, impulsionando o bom funcionamento do cérebro.

7. Utilize a tecnologia sabiamente

Computadores, smartphones e outros aparelhos eletrónicos podem ser uma grande ajuda na rotina de estudo dos filhos. Porém, só são benéficos se os utilizarmos corretamente. Essas ferramentas são úteis, mas ao mesmo tempo também são grandes dispersões. Precisa de ter mão firme para garantir que são utilizadas apenas para pesquisas ou para aprofundar o conhecimento.

Rever a matéria estudada na escola e sublinhar os detalhes mais importantes também são ações que devem fazer parte da rotina de estudo dos filhos. É importante conhecer e aplicar as formas que mais facilitam dinâmica. Mesmo com pouco tempo, faça o possível para participar nessa fase da vida dos seus filhos, e jamais chegue ao final do dia sem sequer ler para eles.

Então, gostou das nossas dicas? Continue a navegar pelo nosso blog e leia outros conteúdos que lhe podem interessar.